quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Village People

Formado em Nova Iorque em 1977, com o intuito de atrair a atenção do público gay, o projecto Village People apesar de, a princípio, ter dado a impressão de ter por detrás de todo aquele aparato visual um esquema comercial inteligentemente pensado, depressa começou a soar a exagerado aos ouvidos de meio mundo.
A ideia partiu da cabeça do produtor Jacques Morali, que depois de ter assegurado o contrato com a Casablanca, partiu em busca de seis personagens para dar vida ao elenco que havia imaginado - Felipe Rose, Alexander Briley, Randy Jones, David Hodo, Glenn Hughes e Victor Willis. A cada um foi entregue um papel e as personagens escolhidas para dar vida ao projecto foram um cowboy, um ciclista, um soldado, um bailarino, um trabalhador da construção civil e um polícia.
Juntos cantavam sobre temas relacionados com o universo gay, escritos por Phil Hurt e Peter Whitehead, que primeiro seduziram os EUA, mas não tardaram em conquistar o público britânico. A primeira chamada de atenção foi feita com o single "San Francisco (You Got Me)" (1977), mas foi pela mão de temas como "Macho Man", "In the Navy" e "Y.M.C.A.", hoje considerados três dos maiores hinos do disco sound, que os Village People conquistaram definitivamente não só o mercado britânico, mas toda a Europa, tornando-se num caso de popularidade à escala mundial.
Com três vocalistas de excepção na sua formação inicial, os Village People viram um deles, Victor Willis, ser substituído por Ray Simpson, que pouco depois cedeu o seu lugar a Miles Jaye.
A euforia e o clima de festa continuou a caracterizar a música da banda, e os êxitos continuaram a fazer as delícias do público gay, e não só. "Go West" e "Can't Stop The Music" treparam até ao cimo das tabelas de vendas à semalhança dos singles anteriores, e com a participação no filme igualmente intitulado "Can't Stop the Music", os Village People mostraram que não havia margem para dúvidas acerca do seu lugar cativo estrategicamente situado debaixo das luzes da ribalta.
Em princípios de 80, depois da edição de "Renaissance", a banda entrou em período de hibernação e assim permaneceu durante alguns anos, até tentar novo regresso aos palcos e aos discos na década de 90, ainda que sem grande êxito.

Mais tarde, em 2001, o grupo viria a perder um dos seus fundadores, Glenn Hughes, vítima de doença prolongada.

No entanto, dois anos depois, os Village People voltariam a surpreender o público ao aparecerem na véspera de Ano Novo no reality show dos Osbourne, onde actuaram como convidados especiais de Ozzy e Shannon Osbourne, que renovaram nessa noite os seus votos matrimoniais.

Em 2005 a formação leva novamente os sons do disco sound para a estrada. Além dos concertos nos EUA, no Canadá o mítico grupo dos anos 70 passa em Portugal, a 18 de Novembro, no Pavilhão Atlântico, onde actua com os Boney M,numa noite dedicada ao Disco Fever.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...