quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Patrick Swayze





NOME: Patrick Swayze
DATA DE NASCIMENTO: 18-08-1952
ORIGEM: Houston - Texas - EUA
ÊXITOS: 'She's like the wind'; 'Hungry Eyes'


Filho de uma dançarina e coreógrafa, dedicou-se desde muito cedo, e com afinco, ao ballet clássico e ao violino. Versátil, fazia também ginástica, natação e futebol americano. Chegou a primeiro bailarino de uma das companhias de ballet mais prestigiadas nos Estados Unidos, mas uma antiga contusão, dos seus tempos de jogador de futebol, obrigou Patrick a tomar a séria decisão de abandonar o ballet clássico. 

Como alternativa, voltou-se para a arte dramática e não demorou muito para conseguir os primeiros papéis na Broadway, entre eles, o de personagem principal no musical Grease. Seguiram-se os convites para cinema e televisão, casou-se, apenas com vinte anos de idade, com a bailarina e atriz Lisa Niemi, uma ex-aluna da escola de dança da sua mãe. Para poder pagar as aulas de arte dramática, entre outros trabalhos, ganhava dinheiro como carpinteiro, a restaurar mansões de atores em Hollywood. 

O seu primeiro grande êxito como ator foi, indiscutivelmente, quando assumiu o papel de um sensual professor de dança que se envolve com uma das suas alunas. Dirty Dancing, o filme que, em 1987, conquistou fãs no Mundo inteiro e onde Patrick canta duas das músicas da banda sonora, 'She's Like The Wind' e 'Hungry Eyes'. Três anos depois, voltou a conquistar tudo e todos, ao lado de Demi Moore, no filme Ghost - O Espírito do Amor.

Foi eleito pela revista People Magazine o Homem Mais Sexy do Ano de 1991. 

Em janeiro de 2008, mesmo depois de lhe ter sido diagnosticado cancro do pâncreas, continuou a gravar para a serie televisiva The Beast, onde Patrick desempenha o papel de um agente do FBI. 

Entretanto, não resistiu à doença, e faleceu no dia 14 de setembro de 2009.



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Cantoras dos Anos 80 - Cyndi Lauper



Apareceu a meio dos anos 80 e deu nas vistas! Cabelo às cores a cantar aos quatro ventos, num tom de muitas oitavas, 'Girls Just Want To Have Fun'. Com a MTV a dar os primeiros passos, onde Cyndi Lauper passava insistentemente, transformou-se numa das estrelas mais reconhecidas, até hoje, nos anos 80. 

Nasceu no bairro de Queens, em Nova Iorque e desde os 12 anos que toca viola. Abandonou cedo o Liceu, trocando-o por aulas de canto, em 1977. Foi ainda neste ano que se aventurou na composição a solo, com a ajuda de John Turi, com quem formou o grupo 'Blue Angel'. Chegaram a gravar um álbum mas, como as vendas não foram as melhores, a primeira aventura de Cyndi Lauper ficou por aqui. 

Não desistiu, e continuou a cantar nos clubes noturnos da Big Apple até ao dia em que, em 1983, David Wolff, o seu namorado na altura, consegue um contrato com uma editora. O primeiro álbum é lançado logo neste ano: 'She's So Unusual'. 'Girls Just Wanna Have Fun', 'Time After Time' e 'All Through the Night' conquistaram rapidamente excelentes posições nos Top's Mundiais e valeu-lhe o Grammy de Melhor Revelação. 

Três anos depois, o álbum 'True Colors' com a música que deu nome ao disco chegou ao 4º lugar da tabela americana. Três anos depois, Cyndi reaparece com 'A Night to Remember', que já não teve o mesmo êxito dos discos anteriores. 

Este início da década trouxe consigo outras mudanças na vida de Cyndi Lauper. Terminou a relação com David Wolff e, mais tarde, casou-se com o ator David Thornton de quem teve um filho, Declyn Wallace. Uma curiosidade: já grávida, correu os Estados Unidos como convidada de Tina Turner. 

Por tradição ou mera coincidência, de novo três anos depois, mais um disco: 'Hat Full of Stars' que mais uma vez não conseguiu superar o êxito dos álbuns anteriores. O mesmo tem acontecido com os discos que continua a editar. O mais recente, 'The Body Acoustic', reúne os maiores êxitos da sua carreira. E se na música nem tudo era como desejava, o mesmo já não se pode dizer da sua prestação no teatro, cinema e televisão. Em 1994, foi a convidada da sitcom 'Mad About You', uma das comédias de maior sucesso nos Estados Unidos, pela qual chegou a ser nomeada para um Emmy. 

Foi também muito bem recebida pelo público e pela crítica, com a sua participação n' 'A Ópera dos três Vinténs', apresentada na Broadway, onde Cyndi Lauper fazia o papel de uma prostituta.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Cinema dos Anos 80 - Flash Gordon

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Cantores dos Anos 80 - John Cougar Mellencamp




NOME: John Cougar Mellencamp
DATA DE NASCIMENTO: 07-10-1951
ORIGEM: Seymour, Indiana - EUA
ÊXITOS: Hurts so Good (1982); Jack and Diane (1982)


Já vendeu mais de 40 milhões de álbuns em todo o Mundo e, só nos Estados Unidos, 20 das suas músicas estiveram entre as primeiras 40 posições do Top. 

É um dos membros fundadores da Farm Aid, uma organização fundada em 1985 com o objetivo de chamar a atenção para a perda dos terrenos agrícolas, procurando formas de angariar fundos para ajudar os agricultores a manter-se a trabalhar nas suas terras. Já há 24 anos que a Farm Aid realiza um concerto anual. 

Cresceu influenciado pela música de Bob Dylan e dos Rolling Stones e, aos 14 anos, formou a sua primeira banda. Cinco anos depois, quando terminou o liceu, John Cougar foi pai pela primeira vez. Seguiu para a Faculdade, onde se deixou envolver por drogas e álcool. Terminada a Universidade, Mellencamp tocou em algumas bandas locais e trabalhou como instalador de telefones. No dia em que ficou sem emprego, e depois de ter abandonado definitivamente as drogas, decidiu seguir carreira na música - a sua paixão. 

Depois de editar vários discos, foi só em 1982 que John Cougar conquistou tudo e todos com o álbum American Fool - o disco onde estão as músicas Hurts so Good, que passou quatro semanas no 2º lugar do Top americano e com a qual Mellencamp ganhou o Grammy, e Jack and Diane, em primeiro lugar também durante quatro semanas consecutivas. 

Continuou sempre a compor e a lançar novos álbuns até hoje, ora com canções originais, outras vezes com versões da música de Bob Dylan e dos Drifters. Em 1994 teve um ataque cardíaco como consequência dos quatro maços de cigarros que fumava diariamente. 

John Cougar fez parte do elenco de quatro filmes, um dos quais também como realizador e, desde 1988, que se dedica à pintura. Começou por pintar retratos da família e de paisagens, embora os seus trabalhos mais recentes sejam mais abstratos e abordem temas como a política, o cristianismo e a cultura pop. 

Participou na campanha para as Presidenciais americanas de 2004, apoiando o candidato John Edwards e, no ano seguinte, integrou a tournée de dois dos seus ídolos, Donovan e John Fogerty. 

Foi induzido no 'Rock and Roll of Fame' em 2008.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Cinema dos Anos 80 - Frenético


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Bee Gees




O Início de Carreira 
Os irmãos nasceram em Isle of Man, uma ilhaentre a Grã-Bretanha e a Irlanda. Barry, a 1 de setembro de 1946, os gémeos, Robin e Maurice, a 22 de dezembro de 1949. Em 1958 a família Gibb mudou-se para a Austrália, onde o talento dos irmãos Gibb chamou a atenção de um DJ local que os levouà televisão e rádio locais. Assinaram o primeiro contrato em 1963 e, três anos depois, chega a música que os coloca nos primeiros lugares do Top australiano: 'Spicks and Specks'. Entretanto, a família regressa a Inglaterra e consegue lançar o seu primeiro albúm, produzido pelo mesmo grupo de trabalho dos Beatles. 

Os Primeiros Álbuns 
'Bee Gees First', editado em 68, foi uma estreia de sucesso, com a música 'To Love Somebody' a tornar os Bee Gees conhecidas em toda a Europa. Logo no disco seguinte, continuam a 'pontuar' com 'Massachusetts' e, um ano depois, com as músicas 'I Started a Joke' e 'I've Gotta Get a Message to You'. Pequenas batalhas pelo protagonismo dentro do grupo, levaram Robin a deixar o grupo, em 1969 e seguir a solo. Barry e Maurice continuaram juntos como Bee Gees, mas só pelo tempo da gravação de mais um disco, 'Cucumber Castle'. A reconciliação viria com o tempo. Dois discos e no terceiro, conseguem voltar a dar que falar com a música 'How Can You Mend A Broken Heart'. 

A Mudança para os EUA 
Em 1972, já com um registo mais próximo das baladas, mudaram-se para os Estados Unidos, mas não apostaram na melhor direção e os albúns seguintes tiveram pouca ou nenhuma saída comercial. Uma viragem para o Rhythm & Blues Dance, em 75, trouxe o regresso dos irmãos Gibb ao Top, com músicas como 'Jive Talkin'. Na temporada seguinte, 'You Should Be Dancing' teve um sucesso enorme. A prepararem mais um disco ao mesmo estilo, recebem o convite para fazer das novas músicas a banda sonora do filme 'Saturday Night Fever'. 

Os Maiores Êxitos 
Em 1977, 'How Deep Is Your Love', 'Stayin' Alive' e 'Night Fever' chegaram ao topo das mais importantes tabelas de venda mundiais. No álbum seguinte, é a vez de 'Too Much Heaven' e 'Tragedy'. Foi em 1981 que, ainda num estilo disco, a música dos Bee Gees começa a não resultar. Foi este o momento de nova separação. Cada um seguiu o seu caminho. Em 87, os Bee Gees voltaram num registo bastante diferente. 'You Win Again' foi uma das músicas que os fez regressar ao Top. 

No ano seguinte, o irmão Andy (que não fazia parte do grupo) faleceu o que, naturalmente, destabilizou os restantes irmãos. No entanto, decidiram continuar e, no ano seguinte, nascem mais duas músicas que dão que falar, 'One' e 'Ordinary Lives' e que os levam em tournée, o que não acontecia há 10 anos. 

O Fim do Grupo 
Quando tudo parecia bem reencaminhado, a 12 de janeiro de 2003, Maurice Gibb morreu de ataque cardíaco. Dez dias depois, Barry e Robin anunciaram, de vez, o fim do grupo. 

Durante sua carreira, os Bee Gees ganharam sete prémios Grammy, estão inscritos no Hall of Fame e continuam a ser ouvidos em todo o mundo e a participar em entrevistas. Caso para dizer... Bee Gees... Stayin' Alive!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Cinema - O Império Contra-Ataca


sábado, 9 de fevereiro de 2013

Cinema dos Anos 80: Karate Warrior 2


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Barclay James Harvest



NOME: Barclay James Harvest
ANO DE FORMAÇÃO: 1966
ORIGEM: Oldham - Inglaterra
ÊXITOS: Early Morning; Mockingbird; Paper Wings; For No One; Child of The Universe; Titles; Victims of Circumstances


A história dos Barclay James Harvest começa em 1966 em Oldham, Inglaterra, quando John Lees (guitarra e voz) e Stuart 'Wooly' Wolstenholme (teclas e voz) se conhecem e decidem formar uma banda, os Blues Keepers. Mais tarde, juntamente com Mel Pritchard (bateria) e Les Holroyd (baixo), o coletivo funda os Wickeds, que em 1967 passam finalmente a Barclay James Harvest. 

Embalados pelas sonoridades de uma época em que a música 'psicadélica' triunfava e que o que o rock progressivo começava a dar os primeiros passos, a banda grava as suas primeiras canções e assina o primeiro contrato discográfico, em 1968, e estreia-se com o single Early Morning. 

Em 1970 os BJH lançam finalmente o primeiro álbum. No ano seguinte, novo disco, Once Again, de onde sai um dos primeiros êxitos da banda, Mockingbird. 

Após 'Short Stories' em 1971 e 'Baby James Harvest' em 1972, o grupo muda de editora e grava o álbum Everyone Is Everybody Else, um disco mais forte, como comprovam as músicas Paper Wings e For No One. Com os discos seguintes, os Barclay James Harvest continuam a marcar pontos, principalmente com o álbum Gone to Earth de 1977. 

Apesar do clima favorável em redor do grupo, Wolstenholme deixa os BJH em 1979, enveredando por uma carreira a solo. Para o seu lugar entram, não um, mas dois novos membros, Kevin McAlea (cantor, teclista e saxofonista) e Colin Browne (cantor, guitarrista e teclista). 

Em 1979 é editado Eyes of the Universe, que apesar da fraca receção em Inglaterra, é bem acolhido um pouco por toda a Europa, nomeadamente na Alemanha, onde a banda dá um concerto ao ar livre para cerca de 200 mil pessoas em Berlim. Da gravação desse espetáculo surge o álbum 'Concert for the People', editado em 1982, que se torna o seu disco mais vendido de sempre em Inglaterra, chegando ao 15º lugar do top de vendas do seu país. 

Embora os discos seguintes já não consigam o mesmo sucesso, os Barclay James Harvest nunca deixaram de editar novos álbuns, nem de se reunirem em concerto, como ficou provado no dia 13 de novembro de 2010, subiram ao palco da Aula Magna em Lisboa, com a m80, e tocaram para uma plateia de fans muito entusiasmados.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Cinema dos Anos 80: Arma Mortífera 2


domingo, 3 de fevereiro de 2013

Climie Fisher



Duas canções bastaram para partir corações no final da década de 80! 'Rise ToThe Occasion' e esta:

'Love changes changes everything
love makes you fly, it can break your wings
love changes changes everything
love makes the rules, from fools to kings
love changes, love changes everything...'

Esta chegou ao segundo lugar do Top britânico e conseguiu também posições de destaque noutros países europeus, nos Estados Unidos e na África do Sul.

Rob Fischer, o rapaz dos óculos escuros, já tinha dado provas como teclista do grupo 'Naked Eyes' e tinha colaborado com os Communards e Billy Ocean. Simon Climie, o vocalista com uma voz rouca inconfundível, já compunha desde a adolescência, e, na altura, trazia já no curriculum várias colaborações com nomes como Smokey Robinson, Pat Benatar, Aretha Franklin, Rod Stewart e George Michael.

Ainda avançaram para um segundo disco, 'Coming In For The Kill', em 1989, mas a carreira do duo estava condenada... No dia 25 de agosto de 1999, Rob Fisher faleceu depois de alguns anos a lutar contra um cancro. Tinha 39 anos. Simon Climie, continuou na música, não como vocalista, mas sim a compor e a produzir a música de outros artistas. Destaca-se o seu trabalho como co-compositor e músico na maioria dos álbuns mais recentes de Eric Clapton.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Cinema - Hot Moves


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...