sexta-feira, 31 de maio de 2013

Cinema dos Anos 80 - Batman


quarta-feira, 29 de maio de 2013

segunda-feira, 27 de maio de 2013

sábado, 25 de maio de 2013

Cantores Portugueses - Alexandre Soares



Alexandre José de Medeiros Pereira Soares nasceu no Porto, em 15 de Junho de 1958. Na adolescência começa a tocar guitarra clássica. Aos 18 anos inicia-se na guitarra eléctrica. 

Durante algum tempo chega a tocar com os Pesquisa que vieram mais tarde a tornar-se nos Taxi.

Em 1980 estava a tocar sozinho em casa e à procura de elementos para formar uma banda. Encontra Vítor Rua e Toli César Machado com quem forma os GNR. Alexandre Soares  assumiu as vocalizações nos dois primeiros singles ("Portugal na CEE" e" Sê Um GNR"). 

Em 1981 toca com Vítor Rua e Rodrigo Freitas nos Pastorinhos de Fátima. 

Nos GNR lança ainda o máxi-single "Twistarte" e os LPs "Independança", "Defeitos Especiais", "Os Homens Não Se Querem Bonitos" e "Psicopátria".

Em 1986 foi co-autor, em conjunto com o seu irmão João Pedro Soares, da música para o bailado "Barcos Negros" que conquistou o primeiro prémio do Concurso Internacional de Bailado de Lisboa. 

No ano seguinte sai dos GNR devido a insatisfação com o trabalho no grupo.

Lançou o seu primeiro disco a solo em 1988. O álbum "Um Projecto Global", maioritariamente instrumental, incluía o tema "Luzes de Hotel" com letra de Pedro Ayres Magalhães.

Em 1990 compôs a música da peça "Coração na Boca", da autoria de Sam Shepard, com letras de Rui Reininho. Na peça participavam Xana, Ricardo Carmo e os actores Natália Luísa e Virgílio Castelo.

Nesse ano sofre um acidente de viação que o impede de tocar durante dois anos. Durante algum tempo dedica-se a fazer o som ao vivo dos Ban. Em 1992 entra para o projecto Song Experience que depois muda de nome para Zero. É com esta nova designação que é lançado o único álbum do grupo.

Ainda em 1992 é convidado a participar no álbum "Partes Sensíveis" dos Três Tristes Tigres. A primeira colaboração de corpo inteiro no projecto deu-se com a versão de "Anjinho da Guarda", incluída no disco de homenagem a António Variações, com arranjos e produção de Alexandre Soares.

Produziu uma intervenção sonora na instalação "Señor Estupor", de Javier Dias, para a exposição "La Imagen Frágil" da Fundación La Caixa (Barcelona).

Compôs também a música para o filme "Sapatos Pretos", de João Canijo e para uma curta metragem de Rui Simões.

Em 1998 foi considerado o compositor português do ano, pelo jornal Público, devido ao álbum "Guia Espiritual" dos Três Tristes Tigres. 

Em 1998, o seu projecto "Flight 2000" teve um tema num máxi da Kami' Khazz. O outro tema desse disco era dos Mute Life Dpt. 

Faz também a música original de "Buenas Noches, Mi Amor", com textos de Al Berto lidos por João Reis no Teatro Nacional S. João (1999).

Com "Vooum" iniciou a sua colaboração com a coreógrafa Né Barros e o Balleteatro. A Audeo lançou em 2000 o disco com a banda sonora de "Vooum".

A colaboração com Né Barros teve seguimento com "No Fly Zone" (estreado a 19 de Outubro de 2000) e "Exo" (2001).

Compôe a música para o filme "Ganhar a Vida", de João Canijo. Faz também a banda sonora do telefilme "Rádio Relâmpago" de José Nascimento.

Em 2003 assina a co-produção do disco de estreia dos Mesa. No Teatro Carlos Alberto (TeCa) é apresentado o espectáculo "Rua!" com música de Vítor Rua e que teve a participação de Alexandre Soares e Nuno Rebelo.

Assina a banda sonora da coreografia "Vaga" de Né Barros, em 2004.

A Audeo lança em 2005, no formato DVD, os espectáculos "No Fly Zone" e "Vaga", de Né Barros (direcção e coreografia), Alexandre Soares (música original) e Filipe Martins (DVD e montagem).

Começa um trabalho de colaboração com o músico Jorge Coelho.

DISCOGRAFIA
Um Projecto Global (LP, Polygram, 1986)
Vooum (EP, Audeo, 2000)
Cães aos Círculos (Ep, Borland, 2006) (com Jorge Coelho)

Colectâneas
República das Bananas (1996) - Fire Man (com Rui Fernandes/Hélder Gonçalves/Pedro Martins/António Cunha/Regina Guimarães)
Uma Outra História (2005) - Call Up (com Zé Pedro/Gui/Pedro Gonçalves/Jorge Coelho/Fred)
Borland (2005) -

COMENTÁRIOS
Eu não sou muito rápido a trabalhar. Há coisas que andam muito depressa mas, depois, existem pequenos pormenores que até podem não se notar em que ando meses à volta. Como gravo em casa, tenho de fazer tudo: ligar os cabos, sou técnico, electricista... Mas agrada-me mais assim. Tenho muito medo de ter de refazer tudo, dentro de um estúdio, em três semanas, com muito boas condições técnicas, mas com o contacto emocional todo trocado. A grande questão, quando estou a fazer música, é estar emocionalmente ligado aos temas que estou a trabalhar. A própria edição em «sampler» tem de ter um conteúdo emocional. Eu trabalho as máquinas como quem está a tocar guitarra. AS/1998

NO RASTO DE...
Alexandre Soares faz parte dos Três Tristes Tigres. O último disco editado foi a compilação "Visita de Estudo". 

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Cantoras dos Anos 80 - Samantha Fox




Nome: Samantha Karen Fox
Data de Nascimento: 15/04/66
Naturalidade: Mile End, Londres - Inglaterra
Êxitos: 'Touch Me (I Want Your Body)' (1986) 'Do Ya Do Ya (Wanna Please Me)' (1986)  'Hold on Tight' (1986) 'I'm All You Need' (1986)


Para muito boa gente, continua a ser a sex-symbol dos anos 80! Olhos azuis, cabelo louro e 'elas'... sim, são verdadeiras! Samantha Fox é a filha mais velha de uma família de comerciantes. Tem uma irmã seis anos mais nova e uma meia irmã do segundo casamento do pai. 

Ainda mal falava, já se percebia a queda para o teatro. De tal maneira que, com três anos de idade, subiu ao palco pela primeira vez e, dois anos depois, começou a frequentar aulas numa Escola de Teatro. Aos 10, participa numa peça exibida na BBC e é nessa altura que muda para a Escola de Teatro da atriz Judi Dench. 

Ao palco acabou por subir também a música, com a sua primeira banda de adolescente, interrompida pela vontade de ser capa de revista. Foi em 1983, que a mãe de Samantha Fox a fotografou em lingerie e enviou as fotos para um concurso do jornal 'The Sunday People'. A 'menina' ficou entre as melhores e as fotos foram publicadas. Daí para a frente, foi sempre a andar, ou será antes... 'tirar'? Ainda não tinha 17 anos quando apareceu em topless num dos jornais mais vendidos em Inglaterra, o 'The Sun'. 1,55m de altura a suportar um 36 D, chamou a atenção e transformou-a num ícone dos adolescentes da época! 

Com 20 anos, desistiu de ser modelo, embora, dez anos depois, não tenha conseguido resistir ao convite de posar para a 'Playboy'. Na música, o pé direito também funcionou. Foi num 'tiro' que o seu primeiro single, em 86, subiu logo aos melhores lugares dos Top's de todo o Mundo: 'Touch Me (I Want Your Body)'. 

Com esta e outras do primeiro albúm, Fox viajou pelo Mundo inteiro, incluindo países menos comuns na altura, como a Bósnia, a Rússia e, imagine, a Sibéria! Foi também nesta altura, que Samantha casou com Peter Foster, de quem se separou pouco tempo depois, para voltarem a casar sete anos mais tarde... mais uma vez, por pouco mais de um ano. 

Depois dos anos de ouro, Samantha Fox concorreu, em 1995, ao Festival da Canção britânico, mas o 4º lugar não foi suficiente para representar o seu país na Eurovisão. 
Entretanto, participou em dois filmes e algumas séries de televisão e foi apresentadora da MTV durante uns anos. Em 2005, lançou 'Angel with an Attitude'. Reeditado e com brinde... 'Touch me' com uma mistura mais atual.



terça-feira, 21 de maio de 2013

Cinema dos Anos 80 - Big


domingo, 19 de maio de 2013

sexta-feira, 17 de maio de 2013

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Grupos Musicais Portugueses - Albatroz



Grupo de Gondomar formado em 1979. Em 1981 editaram os singles "Concerto No Porto" e "O Júlio É Um Duro". Este último, inspirado no apresentador de Televisão Júlio Isidro, obteve um grande sucesso. 

Em 1984 decidiram mudar de estilo musical face às exigências comerciais do mercado. Zé Mário, o fundador da banda, convidou músicos portuenses especialistas na música ligeira de Baile, entre eles o vocalista Jorge Vilhena e assim seguiram para arraiais, festas e romarias, conseguindo cerca de 120 espectáculos anuais.

O grupo, nesta nova formação, gravou várias cassetes e CD. Zé Mário saiu do grupo em Setembro de 2000.

DISCOGRAFIA
Concerto No Porto/Bife a Cavalo/Inflação (Single, Rádio Triunfo, 1981)
Neca Careca/O Júlio É Um Duro (Single, Rádio Triunfo, 1981)

NO RASTO DE...
O Agrupamento Albatroz continua a sua actividade nos meandros da música mais popular.


segunda-feira, 13 de maio de 2013

Cantoras dos Anos 80 - Sandra



Nome: Sandra Ann Lauer
Origem: Saarbruecken - Alemanha
Data de nascimento: 18-05-62
Êxitos: 'Maria Magdalena' (1985); 'In the heat of the night' (1985)


Cabelo e olhos castanhos, grandes e rasgados, 1,70 de altura, calções muito curtos e t-shirt agarrada ao corpo, só podia fazer boa figura nas paredes de quarto dos rapazes adolescentes da década de 80! 

Sandra Lauer ou 'Maria Magdalena' é assim que muitos a reconhecem em todo o Mundo. Nasceu na Alemanha, muito perto da fronteira com França, logo não é de estranhar ser filha de pai francês e mãe alemã. 

Aos 10 anos, Sandra ganhou a sua primeira guitarra e as primeiras aulas. Participou num Festival da canção infantil, de onde saiu vencedora com a interpretação de uma música de Olívia Newton-John. O entusiasmo foi tal que, nesta altura, teve a certeza que ser cantora seria o seu caminho. 

Apenas com 16 anos, coube aos pais de Sandra assinar o contrato para que a filha fizesse parte do trio feminino 'Arabesque'. Um grupo que passou ao lado da Europa, mas que no Japão teve tanto êxito quanto os Abba tiveram por cá. Entre 1979 e 1985 editaram 15 LP's e 30 singles. 

Estreia-se a solo em 1985 com uma versão da música dos Alphaville, 'Big in Japan' em alemão, embora não tenha conseguido fazer do primeiro single um êxito. Não cruzou os braços, e entregou o comando da sua carreira ao namorado, Michael Cretu, produtor musical, já com muita experiência e nome no mundo da música. Neste verão, Sandra aparece com 'Maria Magdalena'. Um sucesso gigantesco! Conquistou o primeiro lugar dos tops em 21 países. No ano seguinte, ficou em 2º lugar no Festival da Canção de Tokyo com a música que viria a ser, também, um enorme sucesso: 'In the Heat of the night'. 

Casou-se no início de 1988 com Michael Cretu, o seu produtor, juntaram toda a equipa de trabalho e foram viver para Ibiza, Espanha. Sete anos depois, no dia 6 de julho, Sandra é mãe pela primeira vez e a dobrar! Nikita e Sebastian. Ainda durante a gravidez, Sandra gravou um álbum e participou no projeto 'Enigma', produzido pelo seu marido, Michael Cretu. 

Ainda gravou mais dois álbuns e editou um DVD com a sua história, que não chegou Portugal, e, na verdade, quase não chegou a sair do seu país de origem. Mas Sandra não desistiu e continua a viver da música. Mais recentemente, lançou a música 'What is About Me'.



sábado, 11 de maio de 2013

Cinema dos Anos 80: Karate Warrior


quinta-feira, 9 de maio de 2013

terça-feira, 7 de maio de 2013

domingo, 5 de maio de 2013

Grupos Musicais Portugueses - Alarme




Grupo da Nazaré formado por Carlos Cavalheiro (voz), Altino Borda D'Água (guitarra), Silvino Pais da Silva (guitarra), Orlando Borda D'Água (baixo) e Vítor Bombas (bateria.

Em 1981 foram os vencedores do festival Só Rock que se  realizou em Coimbra.

É editado em 1982, através da Imavox, um single com os temas "Desconto Especial" e "Autocarro Diariamente".

O grupo acaba por terminar no ano seguinte.

DISCOGRAFIA
Desconto Especial/Autocarro Diariamente (Single, Imavox, 1982)

NO RASTO DE ...
Carlos Cavalheiro fizera parte dos Xharanga e colaborara com Júlio Pereira. Carlos Cavalheiro foi viver para o Canadá.


sexta-feira, 3 de maio de 2013

Cantores dos Anos 80 - Falco



Gel no cabelo, óculos escuros e fato. Falco foi um marco na década de 80 e foi o primeiro a conseguir colocar a música alemã na cena mundial. O verdadeiro nome de Falco é Johann Holzel. Nasceu em Viena, a 19 de fevereiro de 1957 e sempre foi considerado um miúdo prodígio. 

Fez o Conservatório de Viena e, assim que pode, mudou-se para Berlim Ocidental onde, durante um ano, tocou nas ruas da cidade. Entretanto, formou uma banda de jazz-rock e, foi nesta altura que assumiu o nome Falco em homenagem ao esquiador alemão Falko Weissflog. 

Com 25 anos, em 1982, ficou famoso com Der Kommissar. Uma música que, pela primeira vez, mostrava o rap em alemão e um estilo techno-pop, que levou muita às pistas de dança de todo o mundo. Dois anos depois, o segundo álbum 'Junge Roemer' passou despercebido. 

Mas Falco continuou a investir e, em 1986, 'Falco 3' trouxe de novo a palavra sucesso ao cantor austríaco. Foi 'Rock Me Amadeus' que voltou a colocar o cantor no topo. O teledisco passava na MTV a toda a hora. Lembra-se da cabeleira de Amadeus? 
É também neste álbum que aparecem as baladas 'Jeanny' e 'Vienna Calling'. Contas feitas pela editora de Falco, eram vendidos, em todo o Mundo, 50 mil singles da 'Jeanny' por dia! 'Falco 3' foi o maior êxito de Falco mas foi, também, o fim de uma fase na sua carreira. 

Daqui para a frente, o seu sucesso esteve sempre à sombra de problemas pessoais. Abalado pelo consumo de drogas, separou-se em 1989 da mulher, com quem julgava ter tido a filha Katharina Bianca, a quem dedicara o quarto álbum, 'Emotional' (1986). Em 1993, um teste de paternidade comprovou que Falco não era o seu pai biológico. 

Em 1996, fez as malas e mudou-se para a República Dominicana, onde montou um estúdio para trabalhar num álbum que o trouxesse de novo às tabelas mundiais. A nove dias de completar 41 anos, na tarde de 6 de fevereiro de 1998, vinte minutos antes das cinco da tarde, Falco morreu vítima de um acidente de carro. Embora não tenha ficado provado em tribunal, constou que os resultados das análises de sangue acusaram um nível alto de álcool e cocaína. 

Um ano depois, o álbum póstumo 'Out of the Dark', vendeu dois milhões de cópias entre os alemães e austríacos. Segundo a sua editora, Falco «ainda é negócio». Tanto é que, neste cinquentenário, será lançada uma colectânea dupla, com 33 músicas, também disponível em DVD, com quase quatro horas de duração, onde aparecem os melhores videoclips de Falco, as entrevistas e outro material biográfico.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Cinema dos Anos 80 - Dirty Dancing


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...