sexta-feira, 3 de maio de 2013

Cantores dos Anos 80 - Falco



Gel no cabelo, óculos escuros e fato. Falco foi um marco na década de 80 e foi o primeiro a conseguir colocar a música alemã na cena mundial. O verdadeiro nome de Falco é Johann Holzel. Nasceu em Viena, a 19 de fevereiro de 1957 e sempre foi considerado um miúdo prodígio. 

Fez o Conservatório de Viena e, assim que pode, mudou-se para Berlim Ocidental onde, durante um ano, tocou nas ruas da cidade. Entretanto, formou uma banda de jazz-rock e, foi nesta altura que assumiu o nome Falco em homenagem ao esquiador alemão Falko Weissflog. 

Com 25 anos, em 1982, ficou famoso com Der Kommissar. Uma música que, pela primeira vez, mostrava o rap em alemão e um estilo techno-pop, que levou muita às pistas de dança de todo o mundo. Dois anos depois, o segundo álbum 'Junge Roemer' passou despercebido. 

Mas Falco continuou a investir e, em 1986, 'Falco 3' trouxe de novo a palavra sucesso ao cantor austríaco. Foi 'Rock Me Amadeus' que voltou a colocar o cantor no topo. O teledisco passava na MTV a toda a hora. Lembra-se da cabeleira de Amadeus? 
É também neste álbum que aparecem as baladas 'Jeanny' e 'Vienna Calling'. Contas feitas pela editora de Falco, eram vendidos, em todo o Mundo, 50 mil singles da 'Jeanny' por dia! 'Falco 3' foi o maior êxito de Falco mas foi, também, o fim de uma fase na sua carreira. 

Daqui para a frente, o seu sucesso esteve sempre à sombra de problemas pessoais. Abalado pelo consumo de drogas, separou-se em 1989 da mulher, com quem julgava ter tido a filha Katharina Bianca, a quem dedicara o quarto álbum, 'Emotional' (1986). Em 1993, um teste de paternidade comprovou que Falco não era o seu pai biológico. 

Em 1996, fez as malas e mudou-se para a República Dominicana, onde montou um estúdio para trabalhar num álbum que o trouxesse de novo às tabelas mundiais. A nove dias de completar 41 anos, na tarde de 6 de fevereiro de 1998, vinte minutos antes das cinco da tarde, Falco morreu vítima de um acidente de carro. Embora não tenha ficado provado em tribunal, constou que os resultados das análises de sangue acusaram um nível alto de álcool e cocaína. 

Um ano depois, o álbum póstumo 'Out of the Dark', vendeu dois milhões de cópias entre os alemães e austríacos. Segundo a sua editora, Falco «ainda é negócio». Tanto é que, neste cinquentenário, será lançada uma colectânea dupla, com 33 músicas, também disponível em DVD, com quase quatro horas de duração, onde aparecem os melhores videoclips de Falco, as entrevistas e outro material biográfico.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...