segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Grupos Musicais dos Anos 80 - Emílio e a Tribo do Rum


Grupo de rockabilly formado em Lisboa no início de 1985. Actuam com bastante sucesso no audiovisual, no Fórum Picoas e no dia de Natal no RRV. O grupo era formado pelo guitarrista João, pelo vocalista Jorge Bruto, pelo guitarrista Pinela (que tinha tocado numa das primeiras formações dos Mata-Ratos) e pelo baterista Tó (António Forte).

Miguel Liberato (baterista) entra em meados de 1987 para substituir Tó.

Em Maio de 1988 os elementos do grupo diziam ao Jornal SE7E que "Ser Emílio era estar em todas". Há dois anos que andavam nisso e quase toda a malta nova os conhecia, principalmente na zona de Alvalade "onde paravam para tomar bicas".

O grupo já tinha vários êxitos como "Cadillac El Dorado", "Pernas", "Elvis, Elvis", "One Of This Days" e "Brand New Cadillac".

Nessa altura só pecavam as vozes o que foi corrigido com a entrada de Nazaré e Annie para os coros.

Jorge Bruto (vocalista, 23 anos), Johnny (guitarista, 20 anos, o único que estava desde o início do grupo), Eduardo (baixista com o 4º ano do conservatório em violoncelo clássico, 24 anos) e Miguel Liberato (baterista, 21 anos) eram a formação do grupo.

Ao vivo tocaram no Rock Rendez Vous, Manobras de Maio, Santiago do Cacém, Santarém e Porto. Os temas do grupo iam sendo divulgados em alguns programas de rádio mas o grupo nunca chegou a gravar.

Acabaram inesperadamente em Outubro de 1988. Jorge Bruto, Pinela e Nazaré formaram, ainda nesse ano, os Capitão Fantasma.

Em 1999 chegou a ser anunciada, mas não concretizada, a edição de um disco de vinil 10' que iria incluir temas gravados ao vivo em várias salas de espectáculos.

COMENTÁRIOS

Banda de Lisboa que apenas pecou por não deixar registo sonoro. Fica a memória de excelentes concertos e algumas maquetes muito bem guardadas por quem a elas teve acesso. Foi para muitos o ponto de arranque para formar uma banda. Com boas letras em português, o som era uma espécie de 50’s Rock n’Roll com influências bem marcadas de Blues, mas já com a presença de riffs de puro Rockabilly. Tinham como particularidade um dueto de backing vocals femininas. Terminaram em 1988, acabando Jorge Bruto (voz) e Pinela (baixo) por formar mais tarde os Capitão Fantasma. (Underworld Magazine, 2006)
 

NO RASTO DE ...

Os Capitão Fantasma eram formados por 3 ETR e por Manolo (ex-Crise Total).

António Forte tocou com os Osso Exótico. Trabalhou na produtora de televisão Latina Europa onde colaborou em programas como "Ícaro" e "Pop-Off"

Biografia retirada daqui
 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...