terça-feira, 1 de março de 2016

Cantores dos Anos 80 - Nuno Rebelo

Quando os Street Kids já estavam em fase de dissolução, Nuno Rebelo oferece-se para baixista dos GNR(Alexandre Soares ia sair e Vítor Rua ia para a guitarra). Já tinham Jorge Romão mas Nuno Rebelo ainda fez três espectáculos com o grupo e participou na gravação do single "Soul Finger" que nunca viria a ser editado. Conhece Jorge Lima Barreto, através de Vítor Rua, e trava conhecimento com música "de todos os tempos e de todos os sítios".

O projecto com os Mler ife Dada começa em 1984 e só terminaria no início de 1991. É um dos elementos mais activos na compilação "Divergências", da Ama Romanta, contribuindo com um tema a solo, "Nipsha", e com o  tema dos Mler ife Dada. Produziu os temas de Anamar, SPQR e Essa Entente e participa como músico nos temas "Dim" e na peça de música improvisada "Situação Aparente".

Em 1988, a convite da Associação Cultural Manobras, compôe uma "sinfonia" electrónica para o 3º desfile de Moda "Manobras de Maio". O duplo-álbum "Sagração do Mês de Maio (1ª Sinfonia Falsificada)", o seu trabalho a solo, é editado em 1989 através da EMI-Valentim de Carvalho.

Os Plopoplot Pot começaram em 1991. O grupo, já sem Vítor Rua, vence o I Concurso da Câmara Municipal de Lisboa. Aparecem na compilação "Em Tempo Real" da El Tatu. O grupo era formado por Nuno Rebelo (baixo),  Paulo Curado (saxofone), Rodrigo Amado (saxofone), Luís Areias (guitarra) e Bruno Pedroso (bateria).

Em 1992  forma com os seus alunos a Polyploc Orkeshtra que interpreta ao vivo a banda sonora de "Nosferatu" de Murnau. São convidados também pelo Instituto de Cinema a musicar a versão restaurada do filme "Douro, Faina Fluvial" de Manoel de Oliveira. Nuno Rebelo colabora ainda com João Peste no projecto "Alix na Ilha dos Sonhos".

Em 1993 é o autor do tema oficial de "Lisboa 94 - Capital Europeia da Cultura". O tema ganhou o prémio de publicidade de "melhor jingle" desse ano.

Em 1996 é editado "M2" com a banda sonora da coreografia "Sábado 2" de Paulo Ribeiro e da peça de teatro "MiNiMal Show". É também o autor de "Pangea", o tema oficial da EXPO 98.

Cria uma página na internet em que oferece músicas em formato mp3. A página com informações sobre a sua carreira a solo e dos grupos por onde passou incluía também os "Plopoplotexts",  textos "programáticos" escritos para o grupo Plopoplot Pot.

Em 1998 compôe a música para a peça "E no Intervalo Faz-se Qualquer Coisa" de José Wallenstein. Apresenta o espectáculo "As Guitarras Portuguesas Mutantes", no festival "Mergulho no Futuro". E também participa no disco "Seven Incantations" do japonês Hiroshi Kobayashi.

Ainda em 1998 é editada a banda sonora da coreografia "Azul Esmeralda" de Paulo Ribeiro. Faz a música e sonoplastia do espectáculo "Oceanos e Utopias", de François Confino e Philippe Genty, apresentado no Pavilhão da Utopia, durante a Expo 98.

A peça "remiXamor" do coreógrafo Mark Tompkins, com banda sonora de Nuno Rebelo, é estreada em Junho de 2000, no Festival de Nouvelles (França). 

Apresenta-se ao vivo com o colectivo L.I.P. (Lisbon Improvisation Players). É o autor da música original da coreografia "Como rebolar alegremente sobre um vazio interior" de Vera Mantero.

O espectáculo "Compact Disconcert", com concepção e direcção musical de Nuno Rebelo e direcção cénica de Paulo Ribeiro e José Wallenstein, é apresentado no Teatro Nacional S. João (Porto) nos dias 21 e 22 de Junho de 2001. Neste espectáculo revisita todo o seu percurso como compositor para teatro e dança

Cria a editora Raka. Através desta editora são editados os discos "Live at ZDB" do trio Nuno Rebelo+Kato Hideki+Marco Franco e "On the Edge" de Nuno Rebelo e Marco Franco.

Em 2002 é editado o disco "Compact Disconcert" onde é revisitado o seu percurso como compositor para teatro e dança.

DISCOGRAFIA
Sagração do Mês de Maio (1ª Sinfonia Falsificada) (2LP, EMI, 1989)
M2 (Sábado 2 / MiNiMal Show) (CD, Ananana,1996)
Azul Esmeralda (CD, Ananana, 1998)
On The Edge: Nuno Rebelo Improvisations In France With Marco Franco (CD, Raka, 2001)
Live at ZDB (Lisbon): 11/7/1999 (CD, Raka, 2001)
Compact Disconcert (CD, TNSJ, 2002)

SINGLES
 Pangaea (Single, Expo98, 1996)

Colectâneas
Divergências (1986) - Situação Aparente ( c/ Mário Morgado e Pedro Mourão) / Nipsha
Realidade Virtual (1991) - Meet Mit
Way Out: New Music From Portugal vol. 1 (1997) - Pink Pong
Guitarra Diversa (2003) - Pink Pong / Persistência /  Repuxo

MAIS
1988
"O Mistério da Boca do Inferno" - 1988-de José Pina

1989
O auto da India (1989)
"Três Escultores-1989-documentário de António Cerveira Pinto, on the work of the sculptors Rui Sanches, António Campos Rosado and Pedro Campos Rosado.
"Mar à Vista" - 1989-série de José Nascimento


1990
"O Funeral"- 1990-de Jorge António-com José Wallenstein.

1991
"Adeus Princesa" - 1991-de Jorge Paixão da Costa.

1992
"O Miradouro da Lua") - 1992-A film by Jorge António.
"Requiem para um Narciso) - 1992-telefilme de João Pedro Ruivo.

1993
Em 1993-A coreografia "Alvo me Imposso" de Aldara Bizarro com a colaboração de Pedro d' Orey e Nuno Nuno Rebelo.
Faz a música para a exposição "Na pista de Filipe Seems" de Nuno Artur Silva e António Jorge Gonçalves

1994
"Minimal Show" encenado por José Wallenstein-1994
O que diz Molero-1994

1995
Sábado 2 - 1995
Love Series (Not Talking About Perfection)(1995) solo choreography by Aldara Bizarro.
"Um Desejo Ardente deve ser acompanhado de uma vontade firme"-João Fiadeiro-1995
"O Mundo Desbotado"-1995-Edgar Pêra

1996
No Angels-1996 coreografia de Cosmin Manolescu
"O Homem do Comboio"-1996-Nuno Rebelo/João Lucas - curta de Ricardo Rezende e Elsa Bruxelas. 

1997
Azul Esmeralda Paulo Ribeiro - 1997
"Biografia de uma Mina"- 1997-documentário de Filipe Verde

1998
E no Intervalo Faz-se Qualquer Coisa-1998
Oceanos e Utopias
Extension-1998-Festival On The edge (frança)MT+VM entre outros

1999
Só para Iniciados -1999 José Wallenstein+Paulo Ribeiro
Banda sonora do filme "Tarde Demais" de José Nascimento. 

2000
remiXamor--Pôle Sud, Stransbourg, June 00
Nuno Rebelo é o autor da banda sonora da coreografia "Comédia Off" que a Companhia Paulo Ribeiro apresentou nos dias 1 e 2 de Setembro de 2000 no Grande Auditório do CBB. Nuno Rebelo já tinha colaborado com a CPR em "Azul Esmeralda" e "Sábado 2". Em "Comédia Off" colaboraram também nomes como o cineasta Edgar Pêra e o ilusionista Luis de Matos.
"Capitaine Nèfle" coreografia de Mathilde Lapostolle - 12/00
Frei Luis de Sousa-JW

2001
"Como Rebolar..." Vera Mantero / Gulbenkian  - 03/01

2002
"k su'porte i ..." de Vera Mantero-CCB 06/02
Bolero - Coreografia de Mark Tompkins 12/02
---------------------------------------------------------

Visions, Equations, Radiations-Edgar Pêra-Gulbenkian Foundation+Rivoli Theatre

Pequeno concerto para falso piano e orquestra falsificada" para a abertura da Expomusical.

Between 1992 and 94, Nuno Rebelo teached in Lisbon on the music atelier of Professional School for Arts and Crafts of Show. As a colective work was presented Murnau's film Nosferatu with live music by a non-musicians "orchestra" dressed like vampires. The good results of this experience lead to several presentations of this work, such as:
Musica Viva Festival,S. Luiz Theatre, Lisbon, 1995.
Bienal Off, Lisbon, 1994.
Rockstore, Montpelier, France, 1994.
"Filmwaerksted", Arhus, Denmark, 1993.
"Project Horizon", Toulon, France, 1993. 
banda sonora da exposição fotográfica "London Diary" de Daniel Blaufuks  

Biografia retirada daqui

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...